O livro “A persistência do amor” (Ed. Buqui, 2016) foi o vencedor do Prêmio Livro do Ano Ages 2017 na categoria Crônica, no dia 05 de agosto de 2017. A obra escrita na mesa do Apolinário durante a Master Class Santa Sede concorria com os livros “O que cabe em um abraço” (Ed. L&PM), de JJ Camargo, e “Por falar em passarinhos… Crônicas do Pampa” (Ed. AGE), de Blau Souza. Antes, em 2015, “Maria volta ao bar” (Ed. Buqui), outra obra da Santa Sede, havia constado entre os finalistas. Com esta distinção, o trabalho orientado por Rubem Penz se tornou a primeira coletânea de crônicas a receber o reconhecimento máximo dos escritores gaúchos neste concurso.

A persistência do amor” é uma homenagem ao grande cronista mineiro Paulo Mendes Campos. A partir dos títulos originais da obra “O amor acaba“, Silvia Duncan, Paula Luersen, Linda Grossi, André Hofmeister, Maria Isabel Arbo, Ana Luiza Tonietto Lovatto, Patrícia Franz, Michele Justo Iost, Felipe Basso, José Elias Flores Jr., Tetê Lopes, Marta Leiria, Maria Lucia Meirelles, Dora Almeida e Rubem Penz escreveram novas crônicas, inspiradas na voz e nos temas explorados por Mendes Campos.

A oficina Master Class Santa Sede acontece durante os meses de março até agosto na sala 5 do bar Apolinário, na Cidade Baixa, em Porto Alegre. Reunindo cronistas que já frequentaram outros módulos, todos os anos presta reverência a um grande autor. Já foram inspiração Antônio Maria, Luis Fernando Verissimo e o próprio Paulo Mendes Campos. Em 2017, o autor escolhido foi Rubem Braga, e o livro “Há de ti, Rubem Braga” (Ed. Buqui) está no prelo. O ano de 2018 iluminará Millôr Fernandes.

 

Textos Relacionados

Comentar

Your email address will not be published.