Voto em corpo fechado

Rubem Penz Com a democracia em xeque (perdão pelo trocadilho), uma das hipóteses de reforma política que circula nas entranhas federais é a lista fechada – não mais votar em um membro nominado. O corpo (o co...

Deixei de ajudar em casa

Rubem Penz Sabe desde quando eu não ajudo mais nas tarefas de casa? Primeiro, devo dizer quando comecei a ajudar: foi na adolescência. Há época, meus pais decidiram abrir mão de empregada doméstica. Até entã...

O nó cego das escolhas

Rubem Penz Coincidiu neste final de semana de eu conversar com dois jovens aflitos em busca de respostas diante de algumas escolhas para os rumos de suas vidas. Para um deles, fui um conselheiro conservador:...

SEU ABECEDÁRIO PREDILETO

Rubem Penz Hoje, nosso país pode ser visto por três vieses, todos válidos, todos vagos. Complementares entre si em algum sentido, também excludentes. São eles, por ordem de representatividade nas discussões ...

Na manhã de segunda-feira

Rubem Penz Meu itinerário de caminhada margeia a quadra de futebol e vôlei do condomínio. Domingo, quando passávamos, três crianças e um pai estavam numa partida de dois contra dois com goleiro-linha. Porém,...

A nudez em estado de arte

Rubem Penz Pequena tragédia em quatro atos. Primeiro: a mulata da vinheta de divulgação da cobertura do Carnaval na TV, desde 1993 sambando apenas de sandálias e com o corpo pintado, surge bastante coberta d...

O algoritmo dos sonhos

Rubem Penz Então, para orgulho dos robôs e desespero de Freud, criei a possibilidade de interferir nos meus sonhos com bases em algoritmos, a exemplo do que acontece na realidade virtual (o que guarda algum ...

O lugar certo na hora certa

Rubem Penz Na calçada diante da escola, seja dentro ou fora do carro, sozinho ou em grupo, cedo da manhã, ao meio-dia, final de tarde ou mesmo durante a noite; caminhando pela praça, correndo no parque, brin...

Quando o amor persiste

Rubem Penz Será escrever parecido com amar? Escolher, refletir, ordenar, criar, subtrair. Escrever, enfim, algo que se faz no agora anterior à leitura – este agora seu, diante do texto já publicado –, dep...

João Cardoso para prefeito

Rubem Penz Sabe o João Cardoso? É um personagem dos “Contos Gauchescos” de Simões Lopes Neto, autor falecido faz 100 anos. E sua história é muito divertida. Resumidamente, ele tinha um rancho a beira do cami...