Sem Categoria

Cenas dos próximos capítulos

Rubem Penz

 

Já pensaram se, pela manhã, um locutor adiantasse os movimentos do nosso dia, parecido como acontece nas chamadas das telenovelas? Seria algo mais ou menos assim:

No dia de hoje, Victória se olhará no espelho ao escovar os cabelos e prometerá: “Vou tirar aquela história do Augusto a limpo com Adelaide”. Porém, mal sabe ela que Adelaide está ao telefone tramando uma intriga ainda maior, agora com a ex-sogra do rapaz. Enquanto isso, Augusto passará no Hospital de Clínicas para visitar dona Esther. Sem saber, reencontrará uma antiga colega de colégio. Ela o convidará para um café ali na Ramiro – prenúncio de um novo amor.

Hoje, na casa dos Souza, Aurélio fará uma importante revelação durante o almoço: fora preterido na vaga de vendedor temporário na C&A justamente pelo irmão mais novo, Zé Cláudio, desmascarado durante uma garfada de guisado com farofa. Dona Otília confidenciará com Juca, o jardineiro do condomínio defronte, ter visto a menina Helena Júlia saindo às duas horas da manhã para a balada: “Mas se eu disser para a mãe dela, ainda passarei por fofoqueira”. Seu Juca lembrará da infância, quando pulava a janela do quarto para ficar espiando na janela basculante do Bailão da Scharlau, trepado sobre engradados de cerveja. Dona Otília perguntará: “O que tem isso a ver, seu Juca?”.

Não perca a eletrizante manhã de Maria da Glória! Começará agitada, numa corrida insana para não perder o último T5 decente, pois, dali em diante, todos costumam passar lotados. Arfando, enquanto procura pelo cartão TRI na bolsa, verá o irmão Josué (casado) no fundo do ônibus num papo muito suspeito com uma falsa loira. No restaurante, seu Olavo a espera com uma terrível notícia – Adelino se envolveu num acidente de trânsito e as verduras só chegarão minutos antes do almoço. Conseguirá Maria da Glória colocar a salada no balcão do bufe antes de abrirem as portas? E, se conseguir, estarão corretamente higienizadas?

Ainda hoje, veremos que Everton perderá o colete de titular no treino das categorias de base para Arturzinho, o novato que fora indicado pelo poderoso Dr. Ananias. Quando reclamar com Lourenço, o massagista, saberá dele que o menino ficará pouco tempo: “Um olheiro do Santos está na cidade… Parece que vem espiar o treino justo hoje. O plano é venderem Arturzinho…”. Inconformado, Everton abandonará o treino para procurar seu Thomé, que tem amigos na rádio. Pretende vazar a notícia de suborno nas negociações. Seu Thomé o dissuade: “Estamos no Brasil, garoto. Vai lá e trata de jogar melhor!”. Everton chegará chorando em casa para ser recebido e consolado por dona Inês.

Crônica publicada no Metro Jornal em 25.11.14

 

 

 

 

Comentários
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo