SÃO TANTAS EMOÇÕES…

Agora é oficial: Roberto Carlos – o cantor e compositor da Jovem Guarda – dá início às festividades de seu cinquentenário musical, a completar-se em 2009. Serão diversos espetáculos e tributos, muita tietagem e mesuras dignas de um rei. Reconhecendo plenamente os méritos da prolongada e vencedora carreira, almejo para outros dedicados profissionais com este tempo de trabalho uma comemoração de semelhante vulto. E, inspirados na majestade dos palcos, poderiam agradecer assim:

Farmacêuticos, olhando a chegada de mais uma receita em suas mãos, diriam: são tantas emulsões…

Os agiotas e demais profissionais que labutam na generosa tarefa de cobrar juros escorchantes, em lágrimas, agradeceriam: são tantas extorções…

Cirurgiões gerais: são tantas incisões… Cirurgiões plásticos: são tantos esticões… Cirurgiões dentistas: são tantas restaurações…

Agentes e guias turísticos, ao completarem cinco décadas à frente de crianças e idosos, diriam: são tantas excursões…

O paramédico, percorrendo a cidade nas ambulâncias, comemoraria seu cinquentenário dizendo: são tantas remoções…

Políticos no palanque: são tantas eleições… E, depois, com seus cupinchas: tantas locupletações…

Os publicitários, gerentes e diretores de marketing anunciariam assim: são tantas ilusões…

Padres, pastores, rabinos e toda sorte de pregadores da palavra de cada um de seus deuses, diriam em ladainhas: são tantas orações…

Jornalistas e escritores, no ano em que completarem seus cinquentenários, autografariam: são tantas edições…

Em cinco décadas, caso tenha conseguido ludibriar as autoridades mundiais, o terrorista mandaria uma carta bomba: são tantas explosões…

Feirante: são tantos agriões… Churrasqueiros: são tantos salsichões… Cozinheiros e garçons: são tantas refeições…

Geneticistas, obstetras e demais pesquisadores da área da fertilidade poderiam agradecer às homenagens dizendo: são tantos embriões…

Motoristas, cobradores e maquinistas, chegando neste ponto, diriam: são tantas estações…

Matemáticos: são tantas adições… Físicos: são tantas equações… Astrofísicos: são tantas dimensões…

Professores de português diriam: são tantas redações… E os de educação física contariam: são tantas flexões…

Atores pornôs: são tantas ereções… Atrizes pornôs: são tantas felações… Censores: e tantas proibições…

Advogados e juízes de direito, afogados em nosso interminável oceano de processos e recursos, julgariam prudente dizer: são tantas petições…

Neurologistas: são tantas convulsões… Cardiologistas: são tantas pulsações… Traumatologistas: são tantas contusões…

Por fim, o cronista amigo, depois de cinco décadas em laudas semanais, agradeceria a sorte de poder escrever sobre qualquer tema, puxando o microfone de lado e atirando uma rosa para a platéia: são tantas opções…

Textos Relacionados

8 Respostas

  1. Rubem Penz

    Aproveitando o espaço de comentários para novas (tantas) sugestões, eu já me adianto:

    Costureiros: são tantas coleções…
    Recicladores: são tantos papelões…
    Psicólogos: são tantas frustrações…
    Gerente de RH: são tantas demissões…
    Secretárias: são tantas direções…

    Abraço,
    Rubem

    Responder

Comentar

Your email address will not be published.