article placeholder

Número 229

A COMISSÃO   Atualmente, a população humana está na casa dos bilhões, e não pára de crescer. Por isso, mesmo reconhecendo a onipotência Divina, desconfio que o Todo Poderoso está recorrendo a uma Comissão para ...
article placeholder

Número 218

CONDENADOS   Está na resolução n° 245 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran): a partir de agosto de 2009, todos os carros zero quilômetros deverão sair das montadoras já equipados com rastreadores e bloquea...
article placeholder

Número 227

ÓRFÃOS   É complicado ser órfão no Dia dos Pais: um patinho feio que será esquecido por todos os anúncios e cartões da data. Pai morto não ganha furadeira ou espeto de churrasco. E, muito menos, pagará a conta ...
article placeholder

Número 226

A LINHA TÊNUE   Bezerra entra na loja de armarinhos do Turco. Primeira vez. Seu ar é de desconfiado. Freguesa, é sua Madalena – comprara lá desde os lençóis do enxoval, passando pelas fraldas dos filhos e, mai...
article placeholder

Número 225

DOIS PEITOS, DUAS MEDIDAS   Sou igual a muitos: Adoro o esporte e tudo o que ele traz de positivo para a sociedade. Por isso, acompanho com atenção Copas do Mundo, Olimpíadas, Fórmula 1, Campeonatos Nacionais d...
article placeholder

Número 224

A ERA DE AQUÁRIO   Faz muitos anos, se não me engano em 1979, o mundo inteiro aplaudiu um musical cinematográfico adaptado do teatro chamado Hair Musical. Na peça, quarentona em outubro, uma música se destaca...
article placeholder

Número 223

A MARAVILHA ERRADA   Até poucos dias atrás, quando alguém creditava a si um valor imenso, desproporcional, argentino, dizia-se: O cara – ou a menina – se acha a oitava maravilha do mundo! A má notícia é o rebai...
article placeholder

Número 222

  O TAL COELHO   Magia pura: diante de uma platéia agitada, o homem entra no palco de fraque, capa e cartola. Despe-se da capa em uma coreografia grandiloqüente. Avança. Faz uma reverência ampla e, ainda dançar...
article placeholder

Número 221

  TRÊS AMIGOS   São três amigos inseparáveis: um, sempre o sujeito certo na hora errada; o outro, aquele errado na hora certa; o cara certo na hora certa é o terceiro. Para cada um deles, o destino prega peças...
article placeholder

Número 220

  HISTÓRIAS PARA ACORDAR   E ra uma vez, num reino longínquo, Mamãe, chefão do morro que o bosque margeia. Um dia, chamou a bela Chapeuzinho Vermelho para sua casa. Precisava alguém de menor para levar a cesta ...