Comparando o incomparável

Rubem Penz Responda rápido: prefere se deslocar de bicicleta ou sorvete de baunilha com calda de caramelo? Se pudesse escolher, optaria por casamento poligâmico ou jornada de trabalho de nove horas, folgando...

Voto em corpo fechado

Rubem Penz Com a democracia em xeque (perdão pelo trocadilho), uma das hipóteses de reforma política que circula nas entranhas federais é a lista fechada – não mais votar em um membro nominado. O corpo (o co...

O ano do suéter salmão

Rubem Penz Em regra, homens não são bons com cores. Tendemos a simplificar: vermelho, verde, cinza. Marrom, azul, amarelo. Mas, só quem precisou pintar o capô do carro sabe quantos vermelhos existem no verme...

Espelho, espelho nosso

Rubem Penz Era uma vez um reino muito distante das (bem) ditas “Terras Lógicas”. Ocupava seu trono, por séculos, uma madrasta rainha com verdadeira ojeriza de quem duvidasse de suas virtudes. Segundo consta,...

Crônica para completar lacunas

Rubem Penz Talvez inspirado pelo silêncio eloquente de um Dia de Finados, quem sabe num protesto ao avesso pela nociva contaminação das bancadas religiosas na política partidária, ou apenas rezando por dias ...

A Praça dos Três Deveres

Rubem Penz Às vezes, quando não encontramos soluções para os problemas que nos afligem, percorremos o tortuoso caminho da depuração, da filtragem, da busca da provável nascente. Desorientados, seguir adiante...