Dois sonhos, duas medidas

Rubem Penz Era uma vez dois amigos de infância. Haviam crescido no mesmo bairro e estudaram na mesma escola. Os pais não eram exatamente próximos – estavam mais para cordiais conhecidos. O que facilitava a v...

A conveniente mudez da consciência

Rubem Penz é terno o inferno aqui de cima do muro. Guilherme Becker   Tenho lido muito sobre a crescente influência do diabinho no ombro dos outros: nunca tantos protestaram tanto contra malfeitos a...

ENQUANTO TEMPO

"A crônica nada mais é do que um texto enquanto tempo. Ou, de trás para adiante, o tempo enquanto texto. Uma volta de ponteiros na página: sempre igual e sempre diferente, pois, em cada passagem, se refere a ou...

O prazer de sentir saudade

Coluna do Metro Jornal em 03.09.2013 Algo mais, além da primavera, chega em setembro: a saudade. Se a folhinha da parede marca para dezembro a passagem dos números, é no meio do ano que ocorre a transmutação...