Seja lá como for

Rubem Penz Se fosse fácil, todos fariam; se fosse difícil, ninguém faria; se impossível fosse, muita gente faria de tudo para provar que consegue fazer. Se fosse tranquilo demais, daria sono; se, ao contr...

Mexeu com uma, mexeu com todas

Rubem Penz Sou fã confesso e público da frase que contém enorme poder de síntese. Persegui sua criação durante todo o período em que fui redator publicitário e, hoje, na literatura, sigo no encalço da lapida...

Caminhando sobre gelo fino

Rubem Penz O Brasil não tem inverno lá muito rigoroso. Nosso frio mais cortante faz morada nas serras catarinense e gaúcha e, apesar de ser suficiente para “renguear cusco”, dito no bom dialeto sulino, não é...

A nudez em estado de arte

Rubem Penz Pequena tragédia em quatro atos. Primeiro: a mulata da vinheta de divulgação da cobertura do Carnaval na TV, desde 1993 sambando apenas de sandálias e com o corpo pintado, surge bastante coberta d...

O bom, o certo e o necessário

Rubem Penz Aproveite estes minutos para pensar comigo: nem tudo o que é bom é certo. O prazer em primazia pode ser desastroso. Trágico. Mortal. Um exemplo? O uso de psicotrópicos. Ninguém me convence de que ...

A hora de torcer para o juiz

Rubem Penz “E se o juiz apita errado é que a coisa fica feia” Pixinguinha e Benedito Lacerda O jogo estava aguerrido, até mais do que costumava ser. Não havia bola perdida. Em toda dividida, entravam a...

Sobre aves de alta plumagem

Rubem Penz Conta a fábula que uma coruja, ao ter notícias de que uma implacável águia alçara voo dos pinheirais, tratou logo de marcar um encontro com ela. Declarou sua total concordância com o apetite da co...

Conscientização e empoderamento

Rubem Penz Na minha juventude, dez entre dez textos que se propunham a questionar, avaliar e transformar as coisas continham a palavra conscientização. Não uma só vez: em diversas frases. Salvaríamos o mundo...

Espelho, espelho nosso

Rubem Penz Era uma vez um reino muito distante das (bem) ditas “Terras Lógicas”. Ocupava seu trono, por séculos, uma madrasta rainha com verdadeira ojeriza de quem duvidasse de suas virtudes. Segundo consta,...

Nessun Dorma Remix – por Apavarotti

Rubem Penz Ninguém durma! Ninguém durma! Tu também, ó sutil empresário. Em teu potente jatinho olhas propinas que se justificam com esperteza e ganância. Mas o teu mistério está fechado em mim – o meu nom...