Bateu o terceiro sinal

Rubem Penz O primeiro sinal aconteceu em 2013 – o povo tomou as ruas com o protagonismo dos jovens por 20 centavos, mais e menos. Mais: voz, igualdade, liberdade. Menos: preconceito, doutrinação, partidos (s...

O lugar certo na hora certa

Rubem Penz Na calçada diante da escola, seja dentro ou fora do carro, sozinho ou em grupo, cedo da manhã, ao meio-dia, final de tarde ou mesmo durante a noite; caminhando pela praça, correndo no parque, brin...

Quando o amor persiste

Rubem Penz Será escrever parecido com amar? Escolher, refletir, ordenar, criar, subtrair. Escrever, enfim, algo que se faz no agora anterior à leitura – este agora seu, diante do texto já publicado –, dep...

João Cardoso para prefeito

Rubem Penz Sabe o João Cardoso? É um personagem dos “Contos Gauchescos” de Simões Lopes Neto, autor falecido faz 100 anos. E sua história é muito divertida. Resumidamente, ele tinha um rancho a beira do cami...

Violência, esgrima e xadrez

Rubem Penz O embate entre dois esgrimistas pode ser definido como a aceleração extrema de uma partida de xadrez. Os deslocamentos espaçados no tabuleiro, dependentes do tempo demandado por cada um dos oponen...

Brás, de Brasil

Rubem Penz Cenário de guerra, fim do mundo, vergonha. Lixo por toda parte. Descaso. Falta de educação. O melhor e o pior tão juntos, tão completamente colados, que é legítimo pensar: por que não fazer só o m...

Uma fábula de botequim

Rubem Penz Numa etérea sala de reuniões por vídeo conferência, o executivo de marketing da multinacional pediu um particular com seus dois melhores vendedores – campeão e vice. Em sigilo. Então, ofertou apen...

Santa Sede com inscrições abertas para 2016/2

  A Santa Sede, crônicas de botequim é uma oficina literária nascida em 2010 com o objetivo de devolver o gênero ao seu habitat natural: a mesa de bar. Afinal, foi neste ambiente descontraído e místico ...

Donde há de vir e julgar

Rubem Penz E se depois de tudo, lá adiante, num dia qualquer de sol ameno, cálido, lembrar do amigo por ele ter o zelo de servir um café temperado com cravo da índia, explicando o quanto isso suaviza o amarg...

O bom, o certo e o necessário

Rubem Penz Aproveite estes minutos para pensar comigo: nem tudo o que é bom é certo. O prazer em primazia pode ser desastroso. Trágico. Mortal. Um exemplo? O uso de psicotrópicos. Ninguém me convence de que ...