Rastros de odor e ódio

Rubem Penz Se existe algo que me dá prazer é caminhar. Pouco importa o bairro: em cada um há paisagens interessantes. Seja no mais distante arrabalde, seja na mais bela rua do mundo (foi eleita e fica aqui em Porto Alegre), ou nas movimentadas vias centrais, meus olhos tendem a buscar o insuspeitado. Casas antigas …

Rastros de odor e ódio ler o texto »