Rufar dos Tambores

Número 383

RECALL
Rubem Penz

Do CEO, para todos:

Comunicado relevante,

1. Em virtude do enorme sucesso de nosso produto Vida Inteligente, hoje espalhado em cada um dos quatro cantos do planeta;

2. Na certeza de ele ser top de linha e motivo de júbilo para nosso departamento de Criação;

3. Em respeito aos muitos êxitos angariados graças à atuação de Vida Inteligente ao longo dos séculos e séculos amém;

4. Reconhecendo que não há planos para um substituto semelhante no curto e médio prazo, ou mesmo fabricante concorrente;

Noticiamos o início de um inadiável procedimento de recall, particularmente indicado aos modelos que saíram da fábrica até o final do Século XX.

Nossos laboratórios constataram um gravíssimo e recorrente problema na peça denominada Consciência, que vem apresentando muitos defeitos nas seguintes situações de uso:

1. Diante de lucro abusivo. Defeito: primeiro, desliga-se por critérios escusos. Depois, parece se apagar de vez – mesmo quando acionada pela coletividade, a Consciência jamais responde outra vez.

2. Diante do poder. Defeito: trabalha de modo variante e em grandeza inversamente proporcional: quanto mais poder, menos Consciência; quanto menos poder, mais Consciência. E de nada adianta toda Consciência do mundo sem nenhum poder.

3. Diante da miséria. Duplo defeito: se a miséria é do outro, a Consciência não dispara a esperada solidariedade. No máximo tem alcançado níveis mínimos – insuficientes – de compaixão. Quando é o portador de Vida Inteligente que se encontra em situação de miséria, a Consciência quebra em forma de ponta, ferindo quem estiver por perto.

4. Diante da Natureza. Defeito: a Consciência não lê as prioridades de longo prazo do meio ambiente, comandando ações contrárias à preservação da espécie, todas elas no âmbito do conforto e menor esforço.

Além disso, testes nas bancadas dos direitos e dos deveres estão apresentando leituras antagônicas, claro sinal de desequilíbrio: em direitos, a Consciência gera reclamatórias e protestos com e sem fundamento. Na plataforma dos deveres, liga-se e se desliga seguindo o comando da conveniência, o qual não foi projetado para melhor cumprir essa tarefa.

Por tudo acima exposto, caso você tenha nascido no Século XX, perca uns minutos do seu valioso dia encaminhando sua Consciência para um profundo exame e, quem sabe, substituição gratuita. Não precisa, necessariamente, dirigir-se até a oficina autorizada – item optativo no certificado de garantia. Basta fechar os olhos e ficar em silêncio por alguns instantes, pensando na vida.

Contando com a adesão de todos, muito obrigado.

PS: quem nasceu no Século XXI pode muito bem estar com os mesmos defeitos de Consciência, só que ainda escondidos pela imaturidade. Em poucos anos avaliaremos a necessidade de outro recall.

 




Visite o blog do autor em
www.rufardostambores.blogspot.com

Comentários
Mostrar mais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Muito bom e relevante. O problema de consciencia parece afetar mais os lugares mais pobres ou de grandes desigualdades sociais como o Brasil (por que serah? Serah que tem algo a ver com educacao familiar / escolar?), mas tenho quase conviccao que eh um problema na especie humana. Ao invez de um recall, talvez para consertar seja necessario um “re-boot” na especie. A natureza cansada de esperar vai simplesmente exterminar a especie humana e deixar que a evolucao corra novamente seu curso. Os com e os sem consciencia terao um longo tempo para pensar na forma de espiritos sobre oportunidades perdidas e quem sabe eventualmente retornar mais sabios e… conscientes.
    Feliz aniversario Maninho!

  2. Obrigado, Paulo Henrique, pelo comentário e pela felicitação! De domingo até o verão ficarei mais velho do que tu… Mas, pensemos mais positivamente: quem sabe um recall fosse suficiente!
    Abração, Mano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar