Quem se mete, também se compromete

Rubem Penz “Não te mete” é um dos mais antigos conselhos e, também, um dos mais sábios que eu conheço. Um alerta para as futuras consequências a serem suportadas por pessoas impulsivas, inconformadas, inquietas e, claro, intrometidas. Um fusível para conter o ímpeto emocional. Porém, como quase todo antigo e sábio conselho, ele é quase […]

Quem se mete, também se compromete ler o texto »