Bem-te-vi!

Bem-te-vi! Rubem Penz Depois de perder o sono, e de ficar uma hora girando na cama, nada resta se não se levantar antes do alvorecer e sentar-se ao computador para escrever, ou tentar. Os prêmios de consolação serão o ar fresco da madruga entrando pela janela – atenuando o verão –, a troca das cores […]

Bem-te-vi! ler o texto »