Crônicas

Crônicas

Bons pais

Bons pais Rubem Penz Finda abril, começo a ver lindos comerciais de TV a enaltecer o papel das mães. Comovo-me…

Leia mais »

Como se fora por encomenda

Como se fora por encomenda Rubem Penz Tal qual os movimentos de aproximação do cinema, uma espécie de zoom, os recentes…

Leia mais »

Guilherme, Caio, Tício, Mévio e eu

Guilherme, Caio, Tício, Mévio e eu Rubem Penz Faz tempo um tema ocupa meu pensamento – a exclusão cultural. De…

Leia mais »

Gripe suína

Gripe suína Rubem Penz Era uma vez três porquinho que receberam a notícia de que uma gripe tão perigosa quanto…

Leia mais »

Crônica ululante

Crônica ululante Rubem Penz Nunca vou esquecer a tarde em que, no distante 1987, tive a insatisfação de ler uma…

Leia mais »

1111 de setembro

1111 de setembro Rubem Penz Sabe aquela tradicional pergunta do que você fazia quando recebeu a notícia da morte da…

Leia mais »

Nada será como antes, amanhã*

Nada será como antes, amanhã* Rubem Penz Eu não tiro o pé dessa casa Qualquer dia a gente se vê…

Leia mais »

Nesta data querida

Nesta data querida Rubem Penz – Parabéns a você… … Santa Sede! Mas vejo que erro ao falar assim –…

Leia mais »

Falência nossa de cada dia

Falência nossa de cada dia Rubem Penz Fosse Porto Alegre um corpo, o encontro entre a Av. Ipiranga, a Antônio…

Leia mais »

A infalível teoria do dobro

A infalível teoria do dobro Rubem Penz Avanços na saúde e bem estar elevam a expectativa de vida dos brasileiros. …

Leia mais »
Botão Voltar ao topo
Fechar