Metro - Porto Alegre

Oração de Páscoa às mães de Santa Maria

Coluna do Metro Porto Alegre em 27.03.13

ORAÇÃO DE PÁSCOA ÀS MÃES DE SANTA MARIA

Mães Marias,

Rogo por vocês, que puseram no mundo seus filhos, meus nossos irmãos, e os viram perecer. Sentiram a mais sagrada de todas as dores – o parto – ser decomposta em nada na comparação com a dor da perda precoce dos meninos e meninas após a tragédia ceifar-lhes o futuro. Dor que ninguém merece e da qual espero ser poupado.

Rogo por vocês, Marias, que jamais esquecerão a última ceia com seus queridos. Uma refeição sem liturgia, sem pompa ou circunstância, mas que em sua simplicidade cotidiana deixará marcas inapagáveis. Que sirva o sofrido calvário como um sinal capaz de devolver aos que se comovem o valor singelo e gigantesco de estar com nossos afetos em volta do pão de todo dia, celebrando nada além do encontro de almas.

Rogo por vocês, Marias, para que nesta Sexta-Feira Santa nenhum sacrifício ou jejum seja em vão, e convido a todos os que têm fé a lembrarem dos jovens de Santa Maria na imagem de Cristo morto. A Ele, que se sacrificou por nós, peço que ilumine os caminhos dos que podem fazer tantos jovens não terem morrido em vão. E sejam essas crianças admitidas nas fileiras de honra dos Anjos da Guarda.

Rogo por vocês, Marias, muito especialmente no Domingo de Páscoa – passagem nascida para que nossa eternidade seja lembrada pela ressurreição. Seja essa data, a primeira com tanta dor, a marca da esperança no reencontro. Mais do que nunca, e com a força de meus íntimos desejos, quero crer que o Senhor, Pai, sabe o que faz. Que sejamos todos fortes para olhar adiante e ter no horizonte da vida o consolo que transforma a revolta em promessa de paz.

Rogo por vocês, Marias, também por todos os Josés, na esperança de que assim fazendo esteja pedindo um pouco por mim. E em minha oração não faltará arrependimento por tantos pecados, humildade diante do que não se possa dominar ou prever, fé na reconstrução da vida.

Rogo por vocês, Marias, para que não seja o chocolate a amenizar essa Páscoa amarga, e sim as mensagens de solidariedade de todos nós, o olhar de carinho dos que têm fé na Palavra. E não crendo ser muito forte minha singela oração, convido os que desejarem a rezar comigo.

Amém.

Comentários
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo