Crônicas de Botequim

Dois Charlies, dois mundos, um só espanto

Dois Charlies, dois mundos, um só espanto Rubem Penz Setenta e cinco anos separam as obras de dois Charlies, um Chaplin, outro Brooker. Por outro lado, elas apresentam no enredo o mesmo assombro do homem diante de sua criação, além de seu impacto no cotidiano, no comportamento, na alma. Refiro-me a Tempos modernos (Charlie Chaplin, …

Dois Charlies, dois mundos, um só espanto ler o texto »

Afirmações peremptórias entre o terceiro e o quarto chope

Afirmações peremptórias entre o terceiro e o quarto chope Rubem Penz Ando meio impaciente com a incansável campanha de difamação imposta aos bares e botequins. Toda tese apressada, todo pensamento tosco, todo raciocínio fraco é creditado como sendo “de botequim”. Quer diminuir o interlocutor? Acuse-o de colher sua teoria na mesa do bar. Para desfazer …

Afirmações peremptórias entre o terceiro e o quarto chope ler o texto »

Rolar para cima